28 de dezembro de 2009

Preocupar pra quê?

No Salmo 27 nós podemos enxergar algumas verdades sobre todo aquele que teme e busca a Deus. Podemos ver que Davi deposita toda a sua confiança em Deus mesmo que tudo pareça difícil, e que ele não veja soluções. Ele diz nos versículos 2 e 3: " Quando malfeitores me sobrevêm para me destruir, meus opressores e inimigos, eles tropeçam e caem. Ainda que um exército se acampa contra mim, não se atemorizará o meu coração; e, se estourar contra mim a guerra, ainda sim terei confiança." Não importa a guerra, a dificuldade, o problema ou a confusão... Deus é maior que tudo isso. É Ele quem pode mover montanhas, a quem os mares ouvem e obedecem, o criador dos céus e da terra, não existem impossíveis para Deus.
O que precisamos entender de verdade é o seguinte: o que importa não é POR QUÊ e sim PARA QUÊ. Você tem que procurar e pedir a Deus o propósito daquilo que te machuca, te atrapalha, te fere. Tudo é permissão de Deus. Tudo tem um propósito, e nós devemos nos alegrar por fazer parte dos planos de Deus. Como Paulo diz, é na fraqueza que somos fortes. Estamos aqui nesse mundo para alcançarmos o caráter e o amor que Jesus teve e tem.
Nem todo problema vai embora da sua vida. Acredite nisso. Existem problemas que nos são dados por Deus, para nos moldar e nos fortalecer. A Bíblia diz: "Bem-aventurado o homem que suporta, com perseverança, a provação; porque, depois de ter sido aprovado, receberá a coroa da vida, a qual o Senhor prometeu aos que o amam." Por isso, sempre que você estiver se preocupando com algo pense em como aquilo irá edificar a sua vida e quem sabe, a vida de alguém que esteja passando por algo que você já passou. Deus usa nossas experiências para tratar de pessoas com os mesmos problemas.
Não vou me estender muito nesse post. É só uma pequena reflexão.
Fiquem com Deus. Um beijo a todos e FELIZ NATAL!
Jullie Nogueira

14 de dezembro de 2009

Cristão Light!

A preocupação com a saúde ou a boa aparência física, tem levado muitas pessoas às academias ou a consumir os famosos produtos “Light”. O uso desses produtos ganhou rápida aprovação popular, tanto que, em qualquer supermercado, farmácia ou loja de conveniência você os encontra em grande quantidade. E eu pergunto: Esses produtos fazem bem a saúde? Muitos diriam: Sim! Mas a verdade é que, esses produtos alimentam muito mais nos outros a boa aparência. O grande “X” da questão é que a expressão “Light” ganhou diversos sentidos no cotidiano, inclusive, no meio dos Cristãos.
“Este povo honra-me com os lábios, mas seu coração está longe de mim” (Marcos 7:6 b)
É o que tem acontecido com inúmeros cristãos nos dias de hoje. Suas condutas são adequadas a fé, acreditam em Deus, têm o costume de ler a Bíblia, contribuem financeiramente e quando há uma oportunidade ostentam( que é = exibir com aparato ou com orgulho) publicamente sua fé. No entanto como diz a palavra, seus corações estão longe de Deus. Esse tipo de Cristão tem dado mais importância à aparência do que a realidade... Preferem enganar a si mesmo, aparentando “estar tudo bem” do que admitir estar vivendo uma vida de superficialidade (afinal, Light² significa: leveE é isso que um Cristão light vive... Um Leve relacionamento com Deus). E pergunto... Você tem sido esse Cristão Light?! Hein, hein ???
Bom, você provavelmente já deve ter visto a marca de ferro quente que os gados têm para mostrar que já possuem dono, não é verdade? O dono toma essa medida porque por mais que haja cerca na fazenda, sempre tem um espertinho pra dizer que o gado é seu, mas aí o dono mostra a marca e acaba com a dúvida. Mas esse não é o ponto, o que quero dizer é que de certo modo Deus faz assim com o Seu povo - não com ferro quente (ainda bem né?!).
“Vocês foram circuncidados, não com uma circuncisão feita por mãos humanas, mas como uma circuncisão feita por Cristo que é o despojar da carne” (Colossenses 2:11)
O próprio Jesus foi circuncidado (Lc 2:21), e a partir de sua morte o povo de Deus passou a ser identificado não por um sinal externo (Gênesis 17:1-14), mas através de atitudes que evidenciasseisso, através de um coração circuncidado ( Circuncidai-vos para o Senhor, circuncidai o vosso coração – Jeremias 4:4a ).
Ser um Cristão light, é negligenciar a marca que temos de Cristo. Não se pode viver uma vida de aparências, é preciso mergulhar de cabeça, de corpo e alma nesse profundo oceano que se chama Vida Com Deus! Ser Parecido com Jesus é também obedecer aos mandamentos e ordenanças que ele nos deixou. E quando seguirmos os passos dELE, o caráter de Deus vai ser visto em nós e a partir daí estaremos evidenciando a marca de um coração circuncidado por Cristo, a marca que no garante a Vida eterna através daquele que deu sua própria Vida - Jesus!

Graça e Paz Galera !
Stefany Cristina =)

9 de dezembro de 2009

Libertação

Olhando para nossas vidas percebo que todos temos fraquezas. Dificuldades a serem superadas a cada dia, para alcançarmos mais de Deus. Como é difícil lidarmos com esse espinho na nossa carne! Como é difícil esperar a libertação! Talvez o que eu tenho pra dizer não seja algo que você vai gostar. Talvez você esteja passando sua vida inteira com essa fraqueza... e talvez não se veja liberto disso nunca. Assim como Paulo nos diz em II Coríntios 12.7-9:
"E, para que não me ensoberbecesse com a grandeza das revelações, foi-me posto um espinho na carne, mensageiro de Satanás, para me esbofetear, a fim de que não me exalte. Por causa disto, três vezes pedi ao Senhor que o afastasse de mim. Então, ele me disse: A minha graça te basta, porque o poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, mais me gloriarei nas fraquezas, para que sobre mim repouse o poder de Cristo."
A verdade é que precisamos de algo que nos faça lembrar que não somos supercrentes, que estamos à mercê do pecado.
Quer dizer então que passarei a vida inteira caindo no mesmo erro? Não. Seremos tentados nasmesmas coisas, mas não necessariamente cairemos no mesmo pecado. Muitas vezes empregamos nossas forças ,tempo e dedicação para sermos libertos daquilo que nos incomoda e enfraquece. Buscamos métodos, maneiras e nos esquecemos daquEle que liberta. A verdade é que, quando nos empenhamos na nossa intimidade com Deus e em amá-lo verdadeiramente, esses pecados parecem tão pouco, prazer tão passageiro, comparado à plenitude da presença de Deus. Como já disse, quando amamos de verdade a Jesus, quando somos um com Ele, nos preocupamos com o que Ele se preocupa e negamos o que Ele nega. Nos tornamos maisparecidos com Ele.
A nossa fraqueza talvez ainda esteja lá, a tentação ainda pode vir. Mas dessa vez teremos uma arma poderosa contra tudo isso: o amor a Deus. O amor que não busca os próprios interesses, mas os interesses do amado. O amor expresso por Paulo em I Coríntios 13.
Cairemos algumas vezes? Sim. Mas o amor que sentiremos por Deus nos fará voltar correndo para os Seus braços. Prossigamos em santidade, olhando para as coisas do alto (Colossenses 3.1), buscando ser um com Deus.
Talvez nessa busca pelo Senhor ele nos liberte, ou não. Mas de qualquer forma amemos a Jesus e alegremos o Seu coração, porque a alegria do Senhor é a nossa força (Neemias 8.10b).
Na paz de Cristo, buscando amá-lo verdadeiramente
Douglas Lopes
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

DESIGN BY:


Blog desenvolvido por Isabela Cacique.